sexta-feira, agosto 04, 2006

Andrés Segóvia - J. S. Bach - Guitar arrangements


Pouquíssimas vezes podemos afirmar em toda a história da música que somente uma pessoa tenha impulsionado um instrumento até o ponto de resultar no desenvolvimentodecisivo do mesmo.Segóvia, aliás, enobreceu o violão, um instrumento mal visto no mundo da músicaséria e que quase não se cultivava dentro dele - estava mais limitado ao campo damúsica popular e do flamengo, e confinado portanto em festas e tavernas -convertendo-o em respeitável todas as partes, habitual e até imprescindível nosconservatórios e escolas de música do mundo inteiro. E, não bastando, impulsionoudecisivamente a composição de peças pensadas expressamente para o violão, cujaliteratura era muito escassa: Castelnuovo-Tedesco, Falla, Hindemith, Ibert, Jolivet,F. Martin, Milhaud, Moreno Torroba, Ponce, Rodrigo, Roussel, Tansman, Turina eVilla-Lobos são alguns dos grandes compositores que escreveram, graças ao estimulode Segóvia, para o violão. Além disso, Segóvia transcreveu para o violão uma grandequantidade de obras compostas originalmente para alaúde, cravo e inclusive para piano (páginas de Chopin, Mendelssohn, Brahms, Grieg, Granados, Albéniz, Acriabin,Debussy, etc.).
Segóvia desenvolveu uma técnica incomparável; aos 16 anos deu seu primeiro recital em Granada, com tão grande êxito que pode apresentar-se sucessivamente em outras cidades espanholas, culminando o ano de 1912 em Madrid, elevando-o em 1916 a um giro pela América do Sul. Sua apresentação em Paris, em 1924, graças ao apoio de Pablo Casals, causou verdadeira sensação, inclusive nos assistentes tão ilustres e exigentes como Paul Dukas e Manuel de Falla: assombraram,sobretudo, suas reveladoras interpretações de Bach (transcrições feitas por ele mesmo), um patriarca da música, embora até então não suficientemente conhecido. E o fizeram enveredar pelo amplíssimo campo do repertório barroco que potencialmente se abria para o violão, o que foi se tornando uma realidade nos anos seguintes.
Disponibilizo aqui, então, um registro desse "passeio" (literalmente, diga-se) pelo universo barroco, realizado pelo emérito mestre em seu álbum intitulado: J. S. Bach - Guitar arrangements - The Segovia Collection, Vol.1.
Eis o "disclist":
J. S. Bach – Guitar arrangements, The Segovia Collection #1
1. Three Lute Pieces - Allemande
2. Three Lute Pieces - Sarabande
3. Three Lute Pieces - Gigue
4. Three Pieces from Violin Partita No.1 - Sarabande
5. Three Pieces from Violin Partita No.1 - Bouree
6. Three Pieces from Violin Partita No.1 - Double
7. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Prelude
8. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Allemande
9. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Courante
10. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Sarabande
11. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Bouree 1 & 2
12. Suite No.3 for Cello (arr. Duarte) - Gigue
13. Prelude for Lute
14. Siciliano from Violin Sonata No.1
15. Gavotte en Rondeau from Violin Partita No.3
16. Chaconne from Violin Partita No.2

5 Comments:

Anonymous JK_degra said...

Avoid listening to Segovia's terrible Bach interpretations. His technique is bad, and he does not play in a good baroque style.

2:52 PM  
Anonymous Wilhelm said...

Caríssimo:

Parabéns pelo blog e por disponibilizar as musicas!!
Downloads pelo megaupload ficam difíceis, geralmente. É preciso obter uma conta premium para fazer o download. É uma pena... já pensou colocar em outro servidor de arquivos?
Abraços!!

6:14 PM  
Blogger Sergio said...

Não consegui baixar o arquivo do seguinte link:
http://www.4shared.com/file/13709226/1464f49d/John_Williams_-_Iberia_-_Parte_IV.html

Acho que se trata desta tilha:
IA - Rodeña Book 2, No. 1
Abraços, SL

10:00 AM  
Blogger Sergio said...

Baixei o link de Kazuhito Yamashita - A. Vivaldi - As 4 Estações, porem não veio a trilha:

04. Concerto No.4 "Winter"

Abraços, SL

10:05 AM  
Blogger Henrique Ulbrich said...

Megaupload foi pro saco. Comofas/

8:37 PM  

Postar um comentário

<< Home