sexta-feira, março 20, 2009

Dilermando Reis - Abismo de Rosas

É com real regozijo e inenarrável alegria que, enfim, volto-lhes a escrever neste bom e estimado espaço virtual. Confesso-lhes o quão pungentes e consternados foram os dias que por aqui não pude passar, deixando linhas e álbuns necessários ao espraiamento de nossa nobilária arte das seis cordas. É interessante notar a variedade e multiplicidade de blogs violonísticos que pululam nos virtuais meios tecnicistas. E, ainda assim, existem diversos leitores e freqüentadores deste nosso espaço que estão verdadeiramente ofendidos pelo precipitado e incurioso abandono. Levo-me a crer que sejam imprescindíveis algumas notas explicativas a fim de que não se encete qualquer celeuma.

Para aqueles que dispõem de maior tempo (e paciência, também), a nossa orkutiana comunidade revelou os motivos de minha indesculpável ausência. Lá expus, com a clareza e objetividade que merecem as explicações, os motivos de tão prolongada ausência. Eis que vos trago, pois, ipsis literis, as linhas de outrora e, aproveitando o ensejo, acrescento mais algumas. O fato é que meu velho pai sofreu um grave acidente. Antes que os pruridos leitores se exaltem, eis que vos acalmo. O acidente não foi, de modo algum, irreversível e tampouco envolvendo outros entes. Mas vamos aos fatos: quando asserto ser ele de uma idade já avançada, não estou a utilizar qualquer veleidade discursiva. Pelo contrário, meu demiúrgio progenitor fez 8 decênios em novembro passado. Com efeito, toda família possuí uma pessoa que apresenta avançada e delicada idade. Posto isso, sabem o quão difícil e sensível é a saúde de uma pessoa que apresente tal longo tempo de existência. De qualquer forma, quero crer que os anos se lhe tornaram um tanto quanto insuportáveis e terrivelmente pesados. Meu estimado pai sofreu um enfarto e, no período em que internado se encontrava, mais três AVCs. Não é necessário dizer a profundidade de meu desespero e preocupação. Larguei às drosófilas não apenas nosso estimado espaço virtual, como parte de minha existência pragmática. Graças aos deuses, rezas e pedidos, hoje ele descansa ao som de Dilermandos e Nazareths, que pacientemente executo para ele (ou, em uma leitura menos idílica, ele escuta no computador).

Bem sei que os problemas de minha azafama vida não lhe competem. De qualquer modo, melindrei as vicissitudes daqueles que enxergavam nesse espaço o local de união, de fusão entre interesses semelhantes e esperanças duradouras. Afinal, o derradeiro propósito deste blog, deste o início, foi o de proporcionar para aqueles que (tal qual esse que vos escreve) possuem o indevassável apreço e desmesurada paixão pelas seis cordas violonísticas. Jamais intentei vilipendiá-los. Contudo, por forças maiores do que pude suportar, tive de atentar para necessidades mais prementes, que demandavam soluções. Mas o tempo, como diria o filósofo, é providente. Eis-me aqui, mais uma vez, a lhes embarafustar com tantas linhas e álbuns. Dessa vez, prometo-lhes, será ininterrupto o meu trabalho. Pois que o refundemos!

O álbum de hoje é absolutamente significativo. Como lhes disse anaforicamente, escutei e estudei, durante muitos meses, a obra de Dilermando Reis. É bem verdade que a influência é, como quer Harold Bloom, um exercício de desleitura. Encetei minha vida musical ainda bem jovem, deslumbrado com as possibilidades de sete singelas notas. E como apresentava certa intolerância à vida social, a música como se tornou algo mais do que natural. O violão apenas tornou-se subseqüente. Meu velho pai já há muito apreciava a plenitude harmônica das interpretações do bom Dilermando. E lá fui eu, a estudar a nobre arte das seis cordas, influenciado por meu pai. A desleitura é um processo interessante. Por diversos anos, realmente não compreendia e cheguei ao incompreensível extremo da ojeriza para com Dilermando. Com o tempo, o ouvido vai-se delineando, os professores vão-lhe aprimorando e ... pronto! Dilermando tornou-se uma grande referência e influenciador de muitos estudos.

O álbum que agora vos trago apresenta muitas das qualidades que tornaram Reis conhecido e admirado: repertório exuberante, interpretação penetrante, percepções sonoras verdadeiramente invejosas, enfim, um dos mais caleidoscópios retratos das infinitas possibilidades presentes em seis modestas cordas. Os que já estudaram a suntuosa música brasileira violonística, invariavelmente depararam-se com obras deste virtuoso violonista. Coral del Norte, a segunda faixa deste álbum, é uma delas. Não obstante, tal composição não é de Dilermando Reis, mas sim do egrégio compositor argentino Juan Rodriguez. É interessante atentar para o fato de que tal gravação, à época de Dilermando, não era conhecida pelas América portuguesa. É graças a sua gravação (com algumas pequenas alterações da obra original) que Coral del Norte foi difundida por aqui. Tal composição é magnífica e torna-se ainda mais mirífica na interpretação desse primoroso violonista. O compasso (que aos meus ouvidos soa em 6/8) traz uma sonoridade inconfundivelmente Castelhana, alternada com momentos de certa profundidade, de exploração de distintos acordes. Sem dúvida, essa não é a única peça conhecida: lá estão Magoado, Marcha dos Marinheiros, Uma valsa dois amores, a faixa homônima e outras preciosidades. Como diria um saudoso professor: “apenas o oligofrênico é que não compreenderá a magnitude de Dilermando Reis”. Não sei se concordo com tão hiperbólico pensamento, mas reconheço o poder hipnótico dos dedilhados de Reis. É interessante atentar para as proporções harmônicas da excelente transcrição de Beethoven (sonata ao luar) presente ao final do álbum. Em suma: um álbum para “reinaugurar” nosso bom blog e para deleitar os ouvidos dos queridos leitores. Pois que aproveitem!

Disclist:
01 – Marcha dos Marinheiros
02 – Coral del Norte
03 – Sons de Carrilhões
04 – Noite de Luar
05 – Magoado
06 – Granadina
07 – Abismo de Rosas
08 – Adelita
09 – Tristesse
10 – Uma valsa dois Amores
11 – Sonata ao Luar
12 – Ruas de Espanha

Marcadores:

27 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Olá Helder!
Por gentileza, tem com você rever os link do cd IBERIA do John Williams. Muito obrigado pelas postagens e pela ajuda.
André

10:25 PM  
Anonymous Anônimo said...

Fantastico o blog! Obrigado!

Marie

10:02 PM  
Anonymous Anônimo said...

Helder, muito bom tê-lo de volta.
E que belas lembranças deste álbum do Dilermando! Eu o tinha, nos idos de 60, havia sumido nas brumas, ei-lo de volta, digital...
Muito obrigado. Luiz Cordioli.

8:50 AM  
Blogger rsinatra said...

Oi :), parabéns pelo site, é uma maravilha.

Tem como você repostar o primeiro link no post "Norbert Kraft - Villa-Lobos: Complete Music for Solo Guitar " ? Só consegui baixar a parte II, e acho que estou interessado mesmo em ouvi a primeira parte pois não a conheço bem!

obrigado!


Raphael
rsinatra@hotmail.com

1:41 PM  
Anonymous Marcio said...

Olá Helder!

Que bom você voltar! Apreciei a novidade, apenas não o baixei porque possuo este CD original!
Um forte abraço!!

7:21 PM  
Blogger Carlos said...

Helder, estava sentindo falta das tuas palavras. Obrigado por voltares pacientemente.
Agradeço a todo estímulo que tens dado a este que cada dia se afasta mais das cordas para ter horas de puro delirio com o filho.
Agradeço á sua disponibilidade em nos presentear com estes mimos sonoros.
Espero, de todo coração, que teu pai te proporcione momentos únicos à tua alma. Fiquem sempre em paz.

11:18 PM  
Blogger max raine said...

Desde bem pequeno papai tocava "som de carrilhões" e "marcha dos marinheiros"...
Bons tempos aqueles!
Bem aventurados sejam os idealizadores e mantenedores deste espaço tão sobrepujantemente refugiador em meio a Créu, sabãozinho e coisas afins!
Obrigado por ressuscitar os bons sentimentos que apenas a música pode fazer...
Que a paz esteja sobre todos vós!

2:16 PM  
Anonymous Anônimo said...

Helder, muito bom tê-lo de volta.(2)
fico muito feliz em saber q continua a contribuir com os amantes da música

10:17 PM  
Blogger GengisCad said...

Aún conservamos ese LP que salió cuando yo era una niña, qué recuerdos! lo adquirió mi madre en la fronteriza ciudad de Santa Ana do Livramento; ahora lo veo en CD, voy a descargarlo, pues es más fácil escucharlo en mp3.- Muchas gracias a quien lo comparte conmigo!
Dios los bendiga a todos!

11:17 PM  
Blogger Munju said...

Hello Helder,

Thank you for your great work!

..::New Feature::..

PNF Blogwatch beta

Discover the latest posts from your favorite music blogs at one place!!

http://www.prognotfrog.com/

we added your blog

check it out!

cheers! :)

11:23 PM  
Blogger Lucasmed said...

Olá, caríssimo Helder! Um dia, um senhor mui respeitável chamado Felipe emprestou-me o vinil desta magnífica obra que é o "Abismo de Rosas" de Dilermando Reis, o que despertou meu interesse pelo violão erudito quando eu contava apenas 16 anos de idade e era um adolescente "metaleiro" (risos). Eu nunca encontrava este álbum em cd, e tal é minha surpresa de ver que uma alma mui gentil disponibilizou esta maravilha na internet, ainda por cima em um blog que prima pela acuidade e polidez na apresentação do violão erudito. Uma beleza também. Eu agradeço muito seu esforço em postar este álbum, parabenizo sinceramente seu trabalho com o blog, que com certeza ajuda a democratizar e disseminar o conhecimento do violão clásico. É de iniciativas como a sua que o mundo precisa, muito obrigado. Agora, estou aproveitando para conhecer todos os outros álbuns e compositores disponíveis, e desde já agradecendo pelo lindo acervo deste seu blog. Um grande abraço, e votos de que a luz o acompanhe.

10:37 AM  
Blogger Maricell said...

Hola Helder, estava aqui sem sono, na madrugada a recordar-me de boas lembranças de ayer(ontem)e lembrei-me do Abismo de Rosas que tanto gostava de ouvir quando niña. E fui em busca na net, quando me deparo com esse belíssimo trabalho, no qual deleito-me nesse instante. Abençoado seja señor.

7:42 AM  
Blogger a_magost said...

não consegui baixar partitura tristesse de chopin em pdf. porque?

9:02 PM  
Blogger a_magost said...

para violão

9:03 PM  
Anonymous Anônimo said...

quebrou o link!

isso é uma pena ouvi muito em vinil esse album e nunca encontrei em cd
mas mesmo assim obrigado por postar!

7:49 PM  
Blogger marcelo said...

Bom dia. Amigo, por favor, tem como upar o cd do Dilermando de novo, pois o servidor bloqueou o link. Obrigado.

12:51 AM  
Anonymous Alan Roberto said...

Olá, infelizmente o arquivo não se encontra mais no site. Seria possível disponibilizá-lo novamente?

Parabéns e muito obrigado! Um grande abraço!

1:23 AM  
Blogger mauriciomm said...

Boa noite.

Saberia me informar alguma loja/site que eu possa comprar cordas para violão de 8 ou Requinto?

Meu e-mail é mauriciommcorrea@gmail.com

Desde já agradeço pela atenção

9:43 PM  
Anonymous Anônimo said...

Helder, o arquivo não está mais disponível no 4shared. Vc poderia, por gentileza, disponibilizar novamente o álbum?
Grato,
Rafael

2:49 PM  
Anonymous Anônimo said...

eu vou degolar a sua garganta

2:48 PM  
Blogger danillo said...

Pode postar novamente porque estou tentando baixar todos e nao consigo

12:33 PM  
Blogger Léo said...

O CD não está disponível para baixar, por favor verifique e nos avise.

Att Leandro

3:30 PM  
Blogger Edi said...

Bom dia

O link está quebrado.
Parabéns pelo Blog.
Até logo.

6:41 PM  
Blogger Marcia Regina said...

Fantástico o blog. Parabéns ! Estava passando por estemund virtual e o encontrie.Aproveito para falar do blog que criei em homenagem ao compositor Alexandre de Faria.Trata-se do blogdoalexandredefaria.blogspot.com. Tento fazer uma coletânea de seu trabalho.Dêem uma olhada e se possível, tornem-se membros.Vou adorar. Se puderem contribuir com informações, ficarei muitíssimo grata. O meu blog pessoal é marcinharf.blogspot.com.

Abraços,

Marcinha

1:34 AM  
Blogger Marcia Regina said...

Fantástico o blog. Parabéns ! Estava passando por estemund virtual e o encontrie.Aproveito para falar do blog que criei em homenagem ao compositor Alexandre de Faria.Trata-se do blogdoalexandredefaria.blogspot.com. Tento fazer uma coletânea de seu trabalho.Dêem uma olhada e se possível, tornem-se membros.Vou adorar. Se puderem contribuir com informações, ficarei muitíssimo grata. O meu blog pessoal é marcinharf.blogspot.com.

Abraços,

Marcinha

1:34 AM  
Blogger Maicon Godoy said...

oi, o link de todos inspiraram, por favor up denovo

10:40 AM  
Blogger K.C said...

Este link do Dilermano Reis não está funcionando.


att;

10:07 AM  

Postar um comentário

<< Home