quinta-feira, junho 21, 2007

Gerald Garcia - Brazilian Portrait


Sim, eu sei. Não, não precisam me dizer. Pois é, têm razão em reclamar. Meus diletos amigos, bem sabem que ando um tanto quanto lacônico e extremamente ausente, mas digo-vos: há uma razão. O fato é que o trabalho nesse fim de semestre me parece interminável: pilhas de provas e trabalhos por corrigir, incontáveis folhas por escrever, diários por analisar, relatórios por escrever, enfim, bem sabem como é. Também sei que aqui não é lugar para eu lhes explicar isso, mas ... bem! Dada a incúria para com esse nosso estimado espaço, creio que eu lhes deva uma explicação.

Eis que hoje vos trago um álbum que, certamente, agradará a muitos. Não tanto pelo violonista, creio, mas sim pelo repertório executado. Como bem vislumbraram, trata-se de um verdadeiro “retrato brasileiro”. Villa Lobos, Laurindo Almeida, Baden Powell e até, vejam só, Luís Bonfá. Hão de acordar que são verdadeiros mestres da nossa música popular. Principalmente, o compositor das 3ª e 4ª faixas: o egrégio Antônio Carlos Jobim. E poderiam perguntar, com uma razão incontestável: “então, trata-se de uma releitura do Brasil? Bom! E o violonista, por suposto, é brasileiro!”. Enganam-se os que assim pensam.

Gerald Garcia provém, acreditem ou não, de Hong Kong. Sim, daquela ilha lá na Ásia, do outro lado do globo. Vejam a força e a gravidade da MPB. Mas nisso creram, certamente. Pois o fato mais espantoso é que Garcia graduou-se, na mais do que prestigiada e conceituada Universidade de Oxford, em Química. Pois vejam, em química. Não que os químicos não tenham o direito de tornarem-se bons músicos, mas a música é, ao mínimo, uma área bem distante da química. Em todo caso, digo-vos isso pois não quero que repitam o mesmo erro que eu, há alguns anos, quando ainda não conhecia esse violonista. Sabem como é o ser humano. Detesta admitir que não sabe algo, com medo de isso denotar algum tipo de incultura. E eis que me perguntam: “conheces Gerald Garcia?”. E o “franco” ser aqui responde: “Ò sim, mas claro! Não é aquele violonista espanhol? Creio que o vi a executar o Concierto de Aranjuez.”. Pois é. No coments!

Pois bem. Confesso que conheço pouco desse violonista. O que sei é que ele já lançou vários discos, realmente conserva uma produção fonográfica abrangente. O excelente selo Naxos (como sempre) lançou alguns de seus muitos álbuns. Aliás, esse álbum que hoje vos trago faz parte de uma coleção lançada pela Naxos, intitulada: "The Spanish Guitar Collection". Dela fazem parte, truisticamente, o álbum que aqui deixo, o "Latin American Guitar Festival" e, por fim, um álbum que intitula-se, tão e somente, "Rodrigo".
Bom, trago-vos, então, um dos álbuns de tal coleção. E diga-se, um realmente bom. Afinal, desfilam pelo repertório temas como “samba de avião”, de Jobim, ícone da Bossa Nova. Ou, então, temas consagrados de nosso cancioneiro: Nesta Rua, Como pode o peixe (que, aliás, fica belíssima à voz de Milton Nascimento; muito embora a versão por ele cantada seja diferente), samba Lele (quem não conhece a letra de tal canção?). Como podem ver, trata-se de uma verdadeira obra de arte. Espero, pois, que os diletos e mais do que estimados amigos fruam tal álbum.

Eis o disclist:
01 Luis Bonfa - Manhã de Carnaval
02 Luis Bonfa - Passelo no Rio
03 Antonio Carlos Jobim – Wave
04 Antonio Carlos Jobim - Samba de Avião
05 Isaias Savio - Sonha IáIá
06 Isaias Savio – Batucada
07 Isaias Savio - Sonha de Magia
08 Isaias Savio - Po de Mico
09 Isaias Savio – Serões
10 Villa-Lobos - Prélude n°1
11 Villa-Lobos - Prélude n°2
12 Villa-Lobos - Prélude n°3
13 Villa-Lobos - Prélude n°4
14 Villa-Lobos - Prélude n°5
15 Villa-Lobos - Choro n°1
16 Villa-Lobos - Como pode o peixe
17 Villa-Lobos - Nesta Rua
18 Villa-Lobos - Samba Lele
19 Laurindo Almeida – Brazilliance
20 Baden-Powell - Retrato Brasiliero
21 Baden-Powell - Deve ser Amor
22 Baden Powell - Canto de Osanha
23 Celso Machado - Xaranga do Vovo
GERALD GARCIA - BRAZILIAN PORTRAIT

Marcadores:

15 Comments:

Blogger Leonardo said...

É a primeira vez que passo por aqui.
Excelente blog !!!
Parabéns pelo grande trabalho !!!
Estarei sempre por aqui !!!!
Até mais !

10:01 AM  
Blogger Helder Bello said...

Grande Leonardo!

Agradeço as mesuras e fico extremamente feliz por teres gostado de nosso blog!

Espero sempre postar álbuns aqui para agradar os amantes da arte das seis cordas.

Amplexos!

6:36 PM  
Anonymous Ranieri Carli said...

Helder,
você nunca nos frustra a expectativa. Seu blog está registrado em meus "favoritos" e não deixo jamais de acessá-lo para desfrutar das coisas boas que aqui encontro.

Outra vez mais, obrigado.
Ranieri Carli.

1:22 PM  
Anonymous Anônimo said...

muito bacana poder encontrar essas coisas aqui...
tentei baixar o j willians, mas o 1o .rar não está funcionando... se tiveres um tempinho de "upar" de novo...
abs
fernando

11:29 AM  
Anonymous Jaguar said...

olá, senhor helder. mais uma pérola em seu blog.
agora, baixo todo o conteúdo para minha coleção pessoal.
meu acervo aumentou muito graças a você.

muito obrigado! até!

3:20 PM  
Anonymous Junio Rodrigues said...

Belíssimo álbum Helder, parabéns pelo seu trabalho! Os violonistas do Brasil agradecem!

Eu gostaria de dar-lhe uma sugestão: mesmo sendo este um blog de violão erudito, que tal se vc postasse também, quando for possível, algum material de violão flamenco (que também muito nos admira)? Fica aqui a idéia...abraço!

1:57 PM  
Anonymous André said...

Caro Helder,

Um boa notícia pra você e os diletos frequentadores do blog.
O Oregon vem aí!
Isso mesmo, o célebre quarteto Oregon, do grande mestre Ralph Towner. Em setembro no 3° Festival Internacional de Violão em Belo Horizonte-MG.

Grande abraço,
André

6:22 PM  
Anonymous palomino said...

Oi Hélder!

O disco é muito legal, é diferente ver as interpretações de choro e bossa-nova de um cara que não é brasileiro. Só a primeira faixa veio com um ruído no meio, uma pena. Se você puder postar de novo, faria um favorzaço - afinal, é "Manhã de Carnaval", uma judiação deixar com um ruído no meio...

8:44 PM  
Anonymous Alaor said...

AÊ! Mandou bem hein!!
Esse album está fenomenal!!
Muito obrigado!!!!

9:53 AM  
Blogger Rafael said...

Opa, Helder,

Teu blog é dos bons, viu? Agora, a grande pergunta: por que os gringos quase sempre melecam ao tocar choro?

12:06 AM  
Anonymous Anônimo said...

O melhor luthier para guitarra flamenca no brasil atualmente se chama Felix Olivares que resite em Teixeira de Freitas, interior da Bahia. Felix é um luthier que se especializou em violões flamencos e resolveu morar na bahia pela materia prima que para atingir a qualidade desejada, escolheu um local onde haveria madeiras envelhecidas para laminar, seus violões nada devem em sonoridade a Hermanos Conde segundo comentarios no proprio forum de Paco de Lucia.

O telefone do Felix é (73) 3291-2986.

Celso Domingues

4:20 PM  
Blogger Fernando said...

Olá Helder!
Parabéns pelo blog!!!
Tem muita coisa boa aqui!!!
Espero que continue "abastecendo" o acervo com muito bom gosto e dedicação.

Abraço!

Fernando - RS

8:01 PM  
Blogger Luiz Rocha said...

O link da segunda parte esta quebrado no 4 shared , por favor faça nova postagem porque o numero 1 ja e uma delicia imagine o nuemro 2 ... grato

6:38 AM  
Blogger felipe said...

oi a segunda parte dfeste disco de garcia não baixa pq baixei a pimeira mas a segunda não estou conseguindo. Gratopela Atenção Felipe

12:39 PM  
Blogger Roberto neves said...

Este comentário foi removido pelo autor.

3:43 PM  

Postar um comentário

<< Home