domingo, julho 15, 2007

Alvaro Pierri - Brouwer


Alvaro Pierri. Dizem que para os bons entendedores, meia palavra basta. Eis aí o nome do violonista, o qual, creio, baste para muitos como sinônimo de absoluto primor e preexcelência violonística. Contudo, para os queridos e virtuais leitores que ainda não o conhecem, eis que aqui esclareceremos quem vem a ser esse nobre violonista.

Como o nome parece já denunciar, Pierri não é europeu. Talvez possa equivocar o conhecimento terreal de alguns leitores, que podem vir a crê-lo um legítimo espanhol. Bem, se não espanhol de nascimento, ao menos provém ele da América espanhola. Mais precisamente, do nosso pequeno e vizinho país: o Uruguai. Pierri é proveniente de Montevidéu, a belíssima e gélida capital Uruguaia. A grande parte de sua família era composta por músicos, não sendo, pois, algo extra-ordinário que Alvaro Pierri viesse a estudar música, também. E assim, truisticamente, ainda mui cedo, enceta-se a sua vida musical. Primeiramente com sua mãe, Ada Estades, que lhe ensinou piano, e posteriormente com sua tia, Olga Pierri, à guitarra, para usar o termo castelhano. Pois se estamos já a falar do Uruguai, Pierri não poderia deixar de estudar com o então aclamadíssimo professor Abel Carlevaro. Como se não bastasse, também estudou com o compositor Guido Santorsola e, depois, no Instituto Nacional de Musicololgia do Uruguai.

Como era de se esperar, ainda muito infante agradava aos alheios ouvidos com seus recitais. Assim é que contando impressionantes 11 anos, Pierri venceu o famigerado Guitar International Competion, realizado em Buenos Aires, bem como também alcançou o primeiro prêmio na edição brasileira do evento. Tempos depois, venceu o conhecido concurso da Radio France, que premia os vencedores tal qual os esportistas, com medalhas. Desse modo, em tal concurso, Alvaro Pierri recebeu a medalha de ouro.

Vê-se, assim, que se trata de um violonista verdadeiramente competente e altamente gabaritado. Pois que, além de um primoroso instrumentista, Pierri é, também, um admirável professor. Muitos alunos de Pierri tornaram-se, tal qual seu professor, grandes violonistas. Pierri já deu palestras e conferências em diversas universidades ao redor do globo, inclusive aqui no Brasil, à Universidade de Santa Maria. Atualmente, é professor famosa University of Music and Performing Arts em Vienna.

Nesse álbum que agora vos trago, Pierri executa obras de Brouwer. São peças famigeradas do repertório do mestre cubano, como El Decameron Negro (também gravada por John Williams, e disponibilizada aqui no blog, há tempos), Elogio de La Danza, enfim, trata-se indubitavelmente de uma obra prima. Para os entendedores, ficam ainda mais entendidos – com ressalvas ao pretensioso narrador. E para os que não entendiam, ouçam e compreenderam.

Eis o disclist:

01 Danza Característica
02 Elogio de la Danza - Lento
03 Elogio de la Danza – Obstinato
04 El Decameron Negro - I - El arpa del guerrero
05 El Decameron Negro - II - La hudia de los amantes por el valle de los ecos
06 El Decameron Negro - III - Balada de la doncella enamorada
07 Tres Danzas Concertantes – Allegro
08 Tres Danzas Concertantes – Andantino
09 Tres Danzas Concertantes – Toccata
10 Rio de los Orishas - Exordium – conjuro
11 Rio de los Orishas - Danza de las Diosa Negras

ALVARO PIERRI - BROUWER - Parte I & Parte II.

Marcadores: ,

10 Comments:

Anonymous Lyniker Lima said...

Achei esse disco fenomenal, um dos melhores que peguei até agora. esse violonista é muito bom e executou as peças do Leo Brouwer com singularidade.
Quero aproveitar para te parabenizar por esse blog que está fantastico, otima iniciativa. Já baixei muitos cds e adorei todos.
Obrigado...

2:51 AM  
Anonymous Lyniker Lima said...

Achei esse disco fenomenal, um dos melhores que peguei até agora. esse violonista é muito bom e executou as peças do Leo Brouwer com singularidade.
Quero aproveitar para te parabenizar por esse blog que está fantastico, otima iniciativa. Já baixei muitos cds e adorei todos.
Obrigado...

2:51 AM  
Blogger Rafael said...

UH!!! A melhor interpretação da música de Brouwer que eu já ouvi!

1:35 AM  
Anonymous Deassis said...

Parabéns pelo excelente trabalho feito! Venho te pedir que coloque o album de Dániel Benkó novamente para o download,pois o que ai está já foi apagado por inatividade. Desculpe postar este aqui, achei que assim chegaria a você mais rápido. Desde já agradeço.

7:33 PM  
Blogger luscakanno said...

Será q vc poderia postar os estudos do Villa-Lobos de novo? O link nao funciona mais....

8:05 PM  
Anonymous Anônimo said...

Pro Decameron eu sou mais a Sharon Isbin !!

8:43 AM  
Blogger zeca, o cafona said...

Descobri seu blog hoje. Estou maravilhado com o repertório aqui apresentado pois jamais havia visto, em um só lugar, um acerto tão grande sobre violão erudito. Meus parabéns!

1:12 PM  
Anonymous Anônimo said...

helder... onde esta voce????

10:19 AM  
Anonymous Ranieri Carli said...

O blog acabou?????

9:40 AM  
Blogger Lívia Maria said...

Olá querido,estou maravilhada com tal trabalho.O que fizeste aqui é esplêndido,apesar de ter lido sobre apenas Augusto pois não deu tempo de ler o restante,concerteza voltarei para ler mais e sempre que tiver textos novos pode dizer a mim.

Tenha um maravilhoso fim de semana.

Beijos

4:55 AM  

Postar um comentário

<< Home