sexta-feira, agosto 10, 2007

Marcelo Kayath - Guitar Classics from Latin America

Após o último álbum postado, creio que não poderia atrever-me a colocar por aqui qualquer violonista. Precisamente por tal razão (e por outras ainda mais nobres, como fazê-los conhecer esse deslumbrante e primoroso violonista) trago-vos o feérico e infelizmente pouco conhecido Marcelo Kayath.

Bem sei que muitos não o conhecem ainda. Kayath foi um dos mais representativos violonistas brasileiros dos anos 1980 e meados de 90 . O grande violonista nasceu em 1964 e teve como mestres violonistas eminentes como, por exemplo, Jodacil Damaceno. Indubitavelmente, a sólida formação que Kayath recebeu ainda jovem fez com que ele se tornasse um primoroso instrumentista e um violonista completo, dotado de um toque robusto, de uma interpretação encorpada e de uma invejável técnica.

Em 1984, dois decênios após o seu nascimento, Kayath já acumulava premiações internacionais. Em um intervalo de poucos meses, foi vencedor de dois grandes concursos internacionais de tal época: o famigerado concurso de Toronto, no Canadá; e o aclamado e considerável concurso de violão da Radio France, em Paris. Nem é preciso dizer que tais fatos alentaram a carreira internacional de Kayath, que passou a ser convidado freqüente nos palcos internacionais.

Infaustamente, esse eminente violonista optou por não dar seqüência à sua reluzente carreira como instrumentista. A vida de um músico, a olhos alheios, pode parecer atraente e encantadora. Contudo, para um instrumentista como Kayath (e para tantos outros que também se valem da música para sobreviver), com uma carreira internacional, a participar de turnês e afins, muitos são os fatores que corroboram para uma vida árdua e tremendamente solitária: existe uma incomensurável pressão para que o violonista mantenha um nível sempre alto; há a sensação da solidão, pois se ficam muitas semanas ou até mesmo meses sem o vislumbre de alguém familiar; e, acima de tudo, o reconhecimento de tanto esforço é, ao mais das vezes, muito pouco reconhecido e, conseqüentemente, um músico acaba tendo que optar por outra profissão, digamos, mais “rentável”.

Transcreverei aqui trechos do maravilhoso e absolutamente excelente programa do egrégio Fábio Zanon, “A Arte do Violão”; em que ele tece alguns comentários sobre tal consternador “abandono” das seis cordas por parte de Kayath:

O público muitas vezes tem a ilusão de que o estilo de vida de um concertista internacional é uma sucessão de eventos glamurosos e paparicação, mas poucos imaginam o que é a pressão de estar sempre em plena forma em longas turnês, que freqüentemente se resumem a teatros e quartos de hotel, espera em aeroportos e a solidão de se encontrar gente desconhecida diariamente, onde a música e o carinho do público são muitas vezes a única compensação. No início dos anos 90 Marcelo Kayath percebeu essa vida não era para ele e abandonou os palcos. Fez um MA em economia na Califórnia e hoje vive em São Paulo, onde é um bem-sucedido executivo no mercado financeiro. Na minha opinião, uma perda para o violão da mesma magnitude dos irmãos Abreu ou de Ida Presti. Mas ao menos podemos ouvir um registro de sua inteligência musical e nobreza de expressão nas 6 gravações que deixou, a maior parte delas de obras curtas de caráter romântico”.

Assim é que deixo aqui, meus caríssimos e mais do que estimados leitores, um de tais seis álbuns, a fim de que ensejem aos vossos ouvidos uma medrança. Creio que após a audição deste álbum, compreenderão a razão pela qual os instrumentistas brasileiros, deste que é o instrumento mais estudado, executado e tocado ao redor do globo, são considerados preexcelentes e esplêndidos violonistas!

Indultem-me a demora na “postagem” de tais álbuns. Ando a recuperar-me...

Eis o disclist:

1. M. Ponce - Vals
2. A. Piazolla - La Muerte Del Angel
3. A. Barrios - Vals Op.8 No.3
4.A. Barrios - Choro da Saudade
5. A. Barrios - Julia Florida
6. A. Lauro - Valsa Venezuelana No.2
7. A. Lauro - El Negrito
8. A. Lauro - El Marabino
9. Leo Brouwer - Canción de Cuna
10. Leo Brouwer - Ojos Brujos
11. João Pernambuco - Sons de Carrilhões
12. João Pernambuco - Interrogando
13. Dilermando Reis - Si ela Perguntar
14. João Pernambuco - Sonho de Magia
Cinco Prelúdios - Heitor Villa-Lobos
15. No.1 in e
16. No.2 in E
17. No.3 in a
18. No.4 in e
19. No.5 in D

MARCELO KAYATH - GUITAR CLASSICS FROM LATIN AMERICA
Parte I & Parte II.
Eis AQUI a faixa que ninguém consegue baixar. Perdoem-me a demora.

Marcadores:

14 Comments:

Blogger Bossa said...

O segundo arquivo zipado está com problemas na hora de descompactar uma das faixas! Se nao me engano é a faixa 17.

Valeu!!!

9:43 PM  
Anonymous Juliano Vasconcellos said...

Helder, gracias por disponibilizar esses discos. Eu tenho uma grande admiração por Marcelo K. Espero disfrutar este disco em breve. Me identifico muito com ele, pois tbm fui violonista, subi aos palcos, toquei por ai, fiz amigos, porém a vida tomou outro rumo. Um grande abraço!

10:04 AM  
Blogger Josias Gustavo said...

É, a faixa 17, contendo o prelúdio 3 do villa-lobos está com um problema, se der pra postá-la novamente ficarei grato.

Abraço

5:19 PM  
Blogger Alaor Arruda Florêncio said...

Este comentário foi removido pelo autor.

3:04 PM  
Anonymous Alaor said...

Olá
Não estou conseguindo baixar a primeira parte :(

9:25 AM  
Blogger Claudio said...

Obrigado pela aprazível surpresa, mas devo dizer-te, caro Helder, que a parte I está chegando ao HD com 0KB.

Amplexo

12:27 PM  
Blogger Claudio said...

Acabo de ouvir pela segunda vez a parte II (posto que a primeira ainda não consegui baixar), e fico a me perguntar: o que será desta Terra de Santa Cruz, onde um Músico deste quilate tem de abandonar a carreira se quiser condições mais dignas de vida, enquanto paga-se fortunas para macaquices da pior estirpe por aí?!
Triste realidade!

4:35 PM  
Blogger Netº said...

Caríssimo Helder Bello,

Nunca é demais agradecer pelo seu trabalho primado à educar nossos ouvidos tão carentes de sons agradáveis do nosso querido violão.

Continue sua missão que é de fundamental importância para nós.

2:47 PM  
Blogger Joao Paulo said...

Helder,
Eu achei seu blog ontem, procurando por informacoes sobre musica classica. Como violonista amador e amante da musica erudita, fique muito feliz por esse achado. Muito obrigado e parabens!

No caso de album do Marcelo, nao estou conseguindo baixar a parte I. A mensagem dada pelo site e que o arquivo e invalido.
Poderia dar uma olhada, por favor?

Muito obrigado e um grande e agradecido abraco!
Joao Paulo

4:25 AM  
Blogger Helder Bello said...

Agradeço aos queridos e estimados amigos pelas mesuras. Fico extremamente feliz por estarem a gostar de nosso blog. O intuito, sempre o digo, era precisamente agradar àqueles que são apaixonados pela sublime arte das seis cordas.

Pois bem. Quanto ao link, arrumei-o ontem. Acabei de checá-lo e está a funcionar sem maiores problemas. Peço que tentem novamente. Caso contrário, irei repostar o arquivo no 4shared.

Faço votos de um excelente fim de semana à todos os diletos visitantes.

Amplexos!

9:55 AM  
Blogger Joao Paulo said...

Ola caro Helder!
Muito obrigado por arrumar o link da Part I do album do Marcelo.

Sua contribuicao para a difusao da boa musica e da arte e inestimavel!
Gostaria de poder contribuir com alguns albuns. Como faco para poder disponibiliza-los no seu blog?

Abracos!
Joao Paulo.

10:12 PM  
Anonymous Alaor said...

Muito interessante essa idéia de os frequentadores assíduos deste blog poderem compartilhar alguns álbuns.
Bom, como gostei da idéia vou dar uma sugestão! Colocar uma pasta aberta no 4shared onde cada um possa postar albuns completos, acho que uma pasta pode ter até 1GB sem custos no 4shared!

Bom, parebéns mais uma vez Helder pela disponibilização dessas músicas. Melhorei a minha audição e a maneira de tocar ouvindo grandes violonistas.

Abraço
Alaor

10:54 AM  
Anonymous Anônimo said...

Ótimo violonista. Que limpidez de sons !
A parte II está falhando alguns arquivos na descompactação zip...
Nao encontrou o amigo a Aria cfe. Nogueira, por acaso? Abraço, sou um fã do site !
Jr - noex@ibest.com.br

11:04 PM  
Anonymous Douglas said...

Caríssimo Helder,

a faixa 17 está corrompida. Peço vênia para solicitar o gentil obséquio de, em sendo possível, enviar esta faixa para meu endereço eletrônico ( d-segan@hotmail.com ), posto que seria por demais lamentável não poder contar com a íntegra de tão majestosa obra postada pelo titular deste espaço.

Cordialmente, Douglas

8:47 PM  

Postar um comentário

<< Home